/  Notícias / Posse da Diretoria – Gestão 2020/2022

Posse da Diretoria – Gestão 2020/2022

Assumiu hoje a nova Diretoria da SBGG-RJ – Gestão 2020/2022.
Confiram na integra o discurso da posse:

              “Foi o melhor dos tempos, foi o pior dos tempos,

foi a idade da sabedoria, foi a idade da tolice,

foi a época da fé, foi a época da incredulidade”

              Charles Dickens, “Uma História em Duas Cidades” (1859)

Prezados associados e parceiros institucionais da SBGG-RJ,

Os tempos são de angústia e incerteza. A pandemia causada pela COVID-19 mudou rumos de vidas, revelou e intensificou desigualdades sociais e econômicas e interferiu em atividades acadêmicas. Em nosso âmbito, na SBGG-RJ, os cursos foram suspensos, assim como as reuniões presenciais de diretoria e comissões. O XVII Simpósio Alzheimer de A a Z, evento consagrado do calendário gerontológico carioca, migrou para uma versão abreviada online.

Apesar do cenário adverso, existe a percepção de que a SBGG-RJ, instituição que completa 47 anos em 2020, precisa encontrar estratégias para seguir adiante. A seccional Rio de Janeiro da SBGG conta com um amplo elenco de profissionais titulados em Geriatria e em Gerontologia, com disposição e criatividade necessárias para encarar o desafio de assumir a atual gestão. Trata-se de uma posse agridoce, que remete à obra-prima dickensiana.

Nesta ocasião, saudamos todas as diretorias que nos antecederam, por entendermos que a história de uma instituição seja uma construção que depende de esforços de indivíduos ao longo das décadas. Se a SBGG-RJ, hoje, é sólida e reconhecida, tal mérito se deve ao trabalho de excelência realizado até agora. Lembramos, em especial, a diretoria 2018-2020, conduzida pela Dra. Ana Cristina Canêdo e pelo Dr. Almir Oliva, que ofereceram apoio irrestrito à nossa candidatura.

Acreditamos na ligação indissociável entre Geriatria e Gerontologia. Os saberes múltiplos congregam-se em um abraço cúmplice, regido pelo respeito e pela curiosidade acerca do que cada um possa aportar à relação. Lançamos, nesta ocasião, o que pretendemos seja o lema de nossa gestão à frente da SBGG-RJ: “Somos Mais Fortes Juntos”. Somos mais fortes quando Geriatria e Gerontologia se complementam em harmonia. Mais fortes, também, quando nos vinculamos às demais seccionais da SBGG Brasil afora. Mais fortes, ainda, quando buscamos o apoio de outras sociedades ou instituições que compartilhem conosco o propósito de produzir e divulgar informações de qualidade acerca do envelhecimento e dos cuidados às pessoas idosas.

Como um antídoto às incertezas geradas pela atual pandemia, propomos a convicção de que mesmo um pequeno grupo de profissionais éticos, em atuação que conjuga expertise técnica e a dimensão do Humano, com o suave tempero do otimismo, possa fazer a diferença para a sociedade, nesta ou em qualquer outra ocasião.

CAROLINA REBELLATO & DANIEL AZEVEDO
Presidente do Departamento de Gerontologia & Presidente

Gostaríamos de finalizar com agradecimentos àqueles que contribuíram para nossas trajetórias.

Carolina Rebellato agradece a: meus parceiros da atual gestão – integrantes das comissões e diretoria, em especial ao Daniel Azevedo, pelo valioso incentivo, altruísmo, inspiração e respeito; Tarso Lameri Sant’Anna Mosci pela oportunidade que me foi oferecida para integrar a Comissão Cientifica da SBGG-RJ em 2014; Beatrice de Fátima Carvalho, Fabrícia Loro, Flávia Moura Mallini Drummond, Gláucia Cristina de Campos, Ingrid Petra Chaves Sá, Mª Clotilde Barbosa Nunes Maia de Carvalho, parceiras da Comissão Cientifica do último biênio; a valiosíssima contribuição de Renata Amorim e Sandra Rabello de Frias; meus amigos do corpo social do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que proporcionam excelentes oportunidades de aprendizado, afeto e criação; Junia Jorge Rjeille Cordeiro, Maria Helena Morgani de Almeida, Maria Luiza Guillaumon Emmel, Marcella Guimarães Assis e Thelma Simões Matsukura, mestres incentivadoras e de inspiração acadêmica-científica; Anne Marie Germaine Fontaine pelo carinho, exemplo de humildade e ensinamentos sobre solidariedade intergeracional; Sofia Cristina Iost Pavarini, referência como pesquisadora e profissional em Gerontologia; equipe do Residencial Israelita Albert Einstein – 2005 a 2010, que contribuiu de forma inestimável com a minha formação em gerontologia e na valorização do trabalho em equipe; integrantes do Laboratório Multidisciplinar em Pesquisas do Envelhecimento, sempre acolhedores e fonte de luz para a busca de novos caminhos em gerontologia; aos colegas do Laboratório de Envelhecimento Humano, Saúde, Cultura e Sociedade, parceiros na valorização da formação em gerontologia e em pesquisa; idosos e equipe do Projeto de Extensão Terapia Ocupacional na Saúde de Idosos: Vila Residencial, que diariamente fortalecem meu anseio de valorização e otimização da participação ocupacional e social do idoso; a outros colegas da Geriatria e Gerontologia, que gentilmente dispõem de seu tempo para o desenvolvimento e aperfeiçoamento da minha trajetória acadêmica-profissional. Enfim, na solenidade deste instante, reconheço a confiança em mim depositada e com seriedade, competência e leveza almejo atender o propósito do meu papel.

Daniel Azevedo agradece a: meus mestres e amigos para toda a vida, Claudia Burlá e José Elias Pinheiro, que me estimulam pelo exemplo de competência técnica aliada a bom humor; Ligia Py, la grande dame, colossal em todos os sentidos, uma bússola para navegar os caminhos institucionais; Eloisa Adler, sensata e cinéfila; Laura Machado e Paula Travassos, expoentes em suas áreas, que me introduziram à Gerontologia quando eu ainda usava bermudas; Alexandre Kalache, embaixador brasileiro do envelhecimento no palanque internacional; Rachel Aisengart Menezes, orientadora modelar que me incentiva a expandir horizontes como pesquisador; João Carlos Machado e Myrian Najas, que acreditaram no meu potencial para integrar uma comissão da SBGG Nacional em 2009; Silvia Pereira, Eliane Blessmann, Nezilour Rodrigues, Mariana Alencar, João Bastos, Maria Angélica Sanchez, Claudia Fló, Carlos Uehara, Vania Herédia, Elisa Franco de Assis Costa, Elizabete Viana de Freitas, José Francisco Oliveira, Elizabeth Xavier, Renato Bandeira de Mello, Maisa Kairalla, Valmari Aranha, Renato Fabbri, Rubens de Fraga, Jarbas Roriz, Marcos Cabrera, Eduardo Canteiro Cruz, Juliana Junqueira, Einstein Camargos, Isabela Trindade, meus parceiros na Comissão Permanente de Cuidados Paliativos da SBGG, em especial Ana Beatriz Galhardi Di Tommaso, e os demais amigos com quem partilhei aulas e brindes nos últimos anos; Maria Goretti Maciel e Ricardo Tavares de Carvalho; Frank Ferris, o mais carioca dos canadenses; Cyane Tinoco e Pablo Felga, rochedos de suporte jurídico; João Tinoco, conselheiro nato; meus preceptores na residência em Geriatria; e meus parceiros na atual gestão, com destaque para Carolina Rebellato, cuja competência acadêmica me surpreende a cada dia. Devo a todos vocês o papel que ora passo a representar, com humildade e a expectativa de não os desapontar.

#maisfortesjuntos

Rio de Janeiro, 1º de julho de 2020.

Notícias relacionadas

Notícias
Nota de Repúdio

A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia – Seção Rio de Janeiro (SBGG-RJ) emite nota pública de repúdio

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios assinalados*